Escolha a fonte mais
confortável pra você:

Ative o modo noturno:

crescimento do instagram

Crescimento do Instagram ultrapassará os 60% neste ano; Saiba como aproveitar desta ascensão

Analistas da economia afirmam que o Instagram terá, em 2019, um crescimento maior ou igual a 60%.

A plataforma foi comprada no ano de 2012 pelo Facebook e, desde então, ela obteve um aumento estridente no número de usuários ativos, tendo apenas 30 milhões antes da compra e agora já passando de 1 bilhão.

Brent Thill, líder da equipe de analistas da Jefferies Technology, disse que o Instagram terá um importante desenvolvimento neste ano de 2019 e será a maior fonte de renda para o Facebook, para o qual está previsto uma desaceleração em seu crescimento, não passando de 20% de acréscimo.

A rede social é um caminho potencializador para empresas, pois são fortes aliadas na gestão de contato com novos clientes e também uma forma de alimentar a relação com os consumidores fiéis.

Mark Zukerberg, CEO do Facebook, pode ficar feliz com a notícia, apesar da queda do Facebook, o Instagram poderá gerar a adição de US$ 5 bilhões nas receitas do seu conglomerado.

Isso graças ao Instagram que, sozinho, terá uma receita de aproximadamente US$ 14 bilhões.

Desta forma, a rede se torna o principal canal de empreendedorismo digital, chamando atenção pela rentabilidade de resultados para empresas que a utilizam.

Toda essa extensão da rede pode ser explicada com a multiplicação de usuários, investimento em anúncios e mudanças para maior visibilidade.

Leia até o final e entenda como você e o seu negócio podem se beneficiar com tudo isso.

 

Instagram: Nascimento e ascensão 

 

crescimento do instagram: gráfico que mostra os números do Instagram do seu nascimento até os dias de hoje

 

O Instagram foi lançado em 2010 pelo brasileiro Mike Krieger e seu parceiro Kevin Systrom. Já em seu primeiro dia de vida, tornou-se um dos aplicativos sociais mais baixados da Apple Store, loja oficial para o sistema iOS.

Esse primeiro protótipo do app foi, surpreendentemente, finalizado em apenas 1 mês e meio, mas, com o sucesso imediato, mudanças e aprimoramentos imediatos foram feitos.

A evolução pôde ser percebida com a introdução da plataforma, também, na loja do sistema Android, Play Store, visto que a segmentação anterior limitava o número de usuários da rede social.

Claro que a versão Android não ficou pronta de um dia para o outro, Mike e Kevin precisavam testar a usabilidade que já tinham antes de abrir as portas para um público ainda maior.

Foi em 2012 que, finalmente, o Instagram pôde ser instalado nos dois maiores sistemas operacionais que conhecemos.

Sucesso absoluto! Em menos de 24 horas a rede social já tinha alcançado a marca de 1 milhão de downloads na Play Store.

Neste mesmo ano, considerado o início de sua ascensão, foi anunciada a venda da plataforma para Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, pela quantia de 1 bilhão de dólares.

“Vamos continuar adicionando novas funcionalidades ao produto e encontrar novas formas de criar uma melhor experiência de fotos pelo celular com pessoas do seu interesse”, disse Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

Kevin também se manifestou sobre a venda e declarou que a negociação não era o fim do Instagram, tratando-se apenas de uma incorporação ao Facebook para melhorar a experiência de uso.

A compra, de fato, não afetou o propósito do negócio, inclusive, em 2014, numa entrevista para o Jornal Estadão, Mike Krieger salientou na seguinte fala: “Para mim, é essencial entender o problema do usuário e mostrar como você pode solucioná-lo de forma simples”.

Talvez não imaginassem na época, mas o Instagram acabou se tornando mais que um ambiente de descontração entre amigos.

Ele é, também, o caminho para fortalecer o contato entre empresa e cliente, atraindo os olhos de empresários de todo o mundo.

 

Algoritmos do Instagram

 

O Instagram sempre foi uma plataforma visual que encantava pela maneira que os perfis entregavam seus conteúdos, mas algumas mudanças foram implantadas.

Desde o nascimento da rede, seus algoritmos entregavam os conteúdos em ordem cronológica, ou seja, as publicações mais recentes eram vistas no topo do feed.

No entanto, em março de 2016, uma mudança foi anunciada em relação a essa entrega de conteúdos.

Os posts agora não mais seriam entregues com base na hora da postagem, passando a serem vistos pela ordem de relevância de tais perfis.

Isso significa que a rede sofreu a mudança para os algoritmos de interação, que é a forma que usam até os dias atuais.

Ou seja, as interações dos usuários determinavam, e ainda determinam, a importância de todo perfil para cada feed.

A mudança foi justificada através do blog oficial, Instagram Press, que disse em nota: “Você pode se surpreender ao saber que as pessoas perdem, em média, 70% das postagens em seus feeds. Como o Instagram cresceu, ficou mais difícil acompanhar todas as fotos e vídeos que as pessoas compartilham. Isso significa que você não vê as postagens com as quais você mais se importa”.

Porém, do ano passado (2018) para frente, alguns rumores foram surgindo pela web, em sua maioria, relatando que o Instagram não estava mostrando todos os posts dos seguidores.

A crítica teve seu auge nesses últimos dias, quando o Instagram resolveu se manifestar em sua conta oficial do Twitter para aniquilar o falatório que dizia que a rede tinha limitado o alcance dos posts para somente 7% dos seguidores.

Tradução: “Notamos um aumento nas postagens sobre o Instagram limitando o alcance de suas fotos a 7% de seus seguidores e gostaríamos de esclarecer isso.”.

“O que aparece primeiro em seu feed é determinado pelas postagens e contas que você mais interage, além de outros fatores que contribuem, como a pontualidade das postagens, a frequência com que você usa o Instagram, quantas pessoas você segue, etc”, esclareceu a assessoria.

Desta forma, conclui-se que todas as publicações são entregues, mas que a ordem de visualização é única para cada perfil seguidor.

 

Como aumentar a relevância da sua conta 

 

Com tantas mudanças, é melhor que você mantenha a atenção para conseguir aumentar a relevância da sua conta no Instagram.

Por esse motivo, é importante que você saiba quais são os critérios que determinam o alcance de uma conta na rede. Veja-os abaixo.

 

São 3 os principais fatores analisados:

  1.     Frequência

O sistema do Instagram irá mostrar os posts mais relevantes primeiro e levarão em conta o conteúdo que já foi apresentado desde a última vez que você usou a plataforma.

Ou seja, todas as vezes que você for no painel inicial haverá novas publicações.

 

  1.     Seguindo

Quanto mais pessoas você seguir, mais difícil será ver todas os perfis no feed, não apenas pela quantidade de postagens, mas também porque a seleção de relevância fica mais criteriosa.

 

  1.     Tempo de uso

Em seu perfil, na aba de configurações, é possível saber quanto tempo você passa conectado(a) no Instagram.

Isso será determinante para relativizar conteúdos, pois quanto menos tempo você passar rolando posts, mais as publicações serão severamente selecionadas.

Portanto, para que a sua conta seja relevante para o seu seguidor, é preciso encorajar seu engajamento.

O que significa que, além de conteúdos adequados para o seu público alvo, você terá que alinhar muito bem a comunicação da sua persona.

Sendo assim, invista em formas de apresentação e lembre-se que planejamento é essencial. Além disso, um feed bonito, regularidade de posts, maior interação e legendas atraentes também o ajudarão a ter mais notoriedade no Instagram.

 

crescimento do instagram: banner de teste grátis para o gerenciagram

 

E aí, qual sua opinião sobre o crescimento do Instagram?

 

Deixe nos comentários qual é a sua opinião em relação ao crescimento do Instagram. Quais são as suas aposta?

Não se esqueça de avaliar este artigo caso ele tenha sido útil para você! 

Até a próxima conversa!

27 de janeiro, 2019
Avalie este artigo
Total: 9 Média: 4.6
Geovana Moura
Geovana Moura
Oi, pode me chamar de Geo, tenho 21 anos de idade, sou redatora copywriter aqui do GG, apaixonada por neuromarketing e piadas sem graça.
Ver todos os posts